Atrações | Pax Bittar - Orquestra de Objetos Desinventados - Aquasinestesia

compartilhar facebook twitter

Pax Bittar - Orquestra de Objetos Desinventados - Aquasinestesia

Seguindo a linha de composição que estrutura toda a pesquisa do trabalho musical do compositor Pax Bittar, Aquasinestesia para sexteto é o seu quarto concerto. Trata-se de um poema sinfônico, uma ode ao sensorial, sem palavras. É o som que leva à imagem que conduz à sensação, à lembrança, ao paladar e à fragrância.
 
Um concerto com onze movimentos -  Ventus Primus, Vastidão Púrpura, MadeiraInVitro, Terenódia, RubroRioNegro, ÁguameiometalmeioÁgua, Kalapongí, Amarelo BachNaná, Bucólica Metropolli, Prisma 3113 e Tambuco - que tem os timbres de aquários e taças friccionados como condutores. 
 
Em uma amplitude de cinco oitavas. Afinados com água e que necessitam de água nas mãos para emitirem frequência. Ora como protagonistas e ora como lagos que sustentam instrumentos como o violão, o ceramofone e a  kalimba. 
 
As peças de aquários são intermediadas por sessões de percussão que dentro do espetáculo, como um todo, é onde os desafios técnicos se apresentam de forma mais preponderante com plena utilização de quiálteras, polirritmia e emíolas, que são características da escrita do compositor e, ao mesmo tempo, repletas de cores sonoras e lirismo rítmico.
 
Vale destacar também o uso de linhas vocais que trafegam entre o "non-sense",  e o humor e que proporcionam às peças uma leveza que dilui sua essência científica, proporcionando ao ouvinte uma experiência sonora mais familiar e confortável.
 

Vídeos

11-9-8207-2113 • contato@articulartes.com.br
Compartilhar   Facebook Twitter